Editorial: Todo dia, t-shirt!

Conversamos lá na fanpage sobre como muitas vezes nós acabamos apelando pro básico quando falamos de t-shirts. Mas também, dá pra entender, né… muitas vezes a modelagem quadradona e o tecido rígido das camisetas que nós vemos por aí não nos permite variar muito. Uma calça jeans ou um shortinho são as melhores opções, e olhe lá! Por isso, fotografamos esse minieditorial com algumas ideias de visús simples e bacanas com as nossas t-shirts!

Nada de megaproduções aqui, viu? Queremos inspirar vocês a usarem camisetas no dia-a-dia, com o que todas temos dentro do guarda-roupa (aquele jeitinho Not so it de fazer as coisas!).

Vem ver o que vocês acham! 😀

CamisetaAsleep
ed1
A nossa camiseta Fall in love é toda engraçadinha e delicada, por isso quisemos mostrar uma produção com essa mesma vibe. A saia floral é feminina e uma delícia para combinar com outras estampas, já que tem o fundo escuro e cores bem sóbrias. Nos pés? A gente vota na sapatilha, mas você pode optar por uma botinha de cano curto ou até um salto, se a intenção for sambar na cara da sociedade. A bolsinha baú é aquela que ajuda qualquer um, porque é linda, estilosa e cabe a vida dentro!

Camiseta: “Fall in love” / Saia: C&A / Bolsa: Zara

CamisetaBitch

bitch23

Calma, eu sei, dá vontade de sair com uma roupa igualzinha, né? Essa camiseta Bitch, please é nossa queridinha e ela simplesmente deixa tudo mais maravilhoso! Então nem precisamos fazer muito esforço: cardigan compridinho e colorido pra dar uma alegrada na cara de todo dia e a saia basicona que é super quebra-galho! Acessórios sem muito mimimi que é pra camisa ganhar destaque! Fala sério, isso é que é roupa linda, Brasil! Pra ir do trabalho pro aniversário da amiga, passando pela cervejinha no meio da semana e acabando no cinema de domingo. ❤

Camiseta: “Bitch, please” / Saia: C&A / Cardigan: Zara / Bolsa: Zara / Sapatilha: Sonho dos pés

CamisetaOld

old2

Camiseta tem cara de conforto. Combinada com um shortinho e uma alpargata então, já era! Carinha de Rio de Janeiro no pôr-do-sol (ou pra quem é mais humilde tipo a gente, sorvete do McDonald’s no sábado à tarde). Se você não gosta de short curtinho, não tem problema! Escolhe aquele jeans que você adora e, pra dar um charmezinho, dobra a barra pra ficar bem fresquinho! Pronto! 😉

Camiseta: “Old is cool” / Short: C&A / Alpargata: Converse

CamisetaTattoo

tat13

Eu sei que nós somos extremamente suspeitos pra falar, mas achamos também que essa camiseta Tattoo não precisa de complemento nenhum! Ela é linda por si só! Mas, mais uma vez, apelamos para a terceira peça pra trazer mais cor pro conjunto todo! Todo mundo sabe do truque da terceira peça né? O shortinho jeans pode ser substituído por absolutamente qualquer coisa: saia, calça jeans, legging, saia longa… as opções são infinitas!

Camiseta: “Tattoo” / Short: C&A / Cardigan: Ebay

CamisetaTV

tv (11)

Eu queria dizer assim: “SAI SÓ DE CALCINHA, PORQUE NOSSA CAMISETA JÁ É O SUFICIENTE”, mas vai que vocês são presas depois e falam no tribunal (?) que a culpa era nossa, né? Então, olha… mais uma vez o short jeans basiquinho faz as vezes de parte de baixo, podendo ser substituído, como dito ali em cima, por qualquer outra peça! A botinha de cano curto é amor verdadeiro, amor eterno, mas também poderia ser substituída por tênis, sapatilha, salto, etc etc etc. Agora, vejam só: bateu o frio. Como lidar? Gente, a combinação blazer + camiseta é DEMAIS! Quer sair à noite? Combina o blazer e camiseta com uma calça skinny preta e um saltão. Fim. Próximo passo é você dando entrevista pra TV como a mulher mais sexy do mundo.

Camiseta: “TV Show” / Short: C&A / Blazer: Ebay / Botinha: Lojinha na rua São Mateus que a gente não sabe o nome

Bom, agora corre lá na loja pra conhecer as outras camisetas e moletons que não entraram no editorial! O próximo passo vocês já sabem: é tirar uma foto com o seu visú completo, postar lá no Instagram e marcar a @notsoit. Quem sabe não rola até uma promoção de melhor produção com camiseta Not so it, hein? 🙂 (spoiler alert).

Queremos sempre trazer ideias bacanas pra vocês e vamos sempre precisar de meninas que se identifiquem com a marca para ocupar o importante papel de modelo! Se você curte as nossas coisas e tá a fim de umas novas fotos pro perfil (a gente sabe que todo mundo quer), fala com a gente aí nos comentários (não precisa ser modelo profissional, não precisa ser alta, nem magrela, nada disso. Precisa curtir nossas coisas e se identificar com as nossas ideias)!

O nosso eterno MUITO OBRIGADA à Marina Mamede, fotógrafa incrível, e à Isabela, que topou essa loucurinha com a gente! 😉

Beijos e até a próxima!

Not so it: a marca!

Não me pergunte exatamente como surgiu essa ideia de girico de ter uma marca de camisetas. A bem da verdade, ela deve ter surgido de uma sugestão despretensiosa bem do tipo “vamos ter uma marca de camisetas?”. O porquê de essa opção ter ido pra frente e as outras, do tipo “vamos morar na praia e viver de vender camarão?” e “vamos montar uma dupla de DJs que vive de mixar sertanejo?”, terem ficado pra trás, a gente não sabe.

Só sei que eu e Juan sempre tivemos uma ideia muito clara de quem eram as pessoas que liam o que a gente escrevia aqui. E sempre tivemos muita certeza do que pensamos em relação à moda, mercado, dinheiro e etc e soubemos, a partir deste espaço aqui, que muita gente tinha opinião parecida. Assim, não foi difícil imaginar como seria a nossa marca caso um dia ela existisse: básica sem ser chata, democrática, ótimo custo/benefício e com um toquezim de humor.

Eis que, depois de quase um ano e meio de muitas e muitas e muitas noites sem dormir, a marca Not so it sai do papel!

pulando-comemoracao

Gente, só que já tentou começar um negócio próprio sabe o quanto isso é difícil. No nosso caso, parece que Murphy estava o tempo todo sentado com o pé esticado esperando pra gente tropeçar mais uma vez. Eu sei que parece impossível acreditar nisso, mas TUDO que poderia dar errado, deu. Com força. Quem esteve com a gente durante todo o processo sabe que dessa vez eu não estou exagerando.

MAS, o tempo todo eu fiquei com uma frase na minha cabeça (que mais tarde veio a se tornar uma das nossas estampas!): “if not now, then when?”. E nós insistimos! Até hoje podermos vir aqui pra mostrar pra vocês WHAT NOT SO IT IS ALL ABOUT!

– Modelagem: 

Camiseta Not so it modelagem

1. Comprimento: nossas camisetas são compridas. Como eu sempre usei t-shirts, achava um saco quando, vocês sabem, “tudo” ficava assim, à vista. Desse jeito, nada aparece! Inclusive, elas são mais compridinhas atrás, pra tampar também boa parte do pandeirão!

2. Largura: nada de coisa justa incomodando por aqui. A nossa t-shirt é larguinha, bem confortável, porém acinturada pra acompanhar as formas do nosso corpo. Camiseta quadradona nunca mais! Inicialmente, nós optamos por uma modelagem mais ampla, querendo atender o maior número de “corpos” possível (já que é mais fácil cortar e apertar do que alargar, né?)! Inclusive, nossa grade vai do P ao GG! Tem pra todo mundo!

3. Decote: eu, como consumidora, sou ex-tre-ma-men-te chata com decote. E acho que é um problema pra muita gente! As meninas que têm muito peito não gostam de decotes muito fechados, as que têm pouco peito não gostam de decote muito aberto… enfim! Eu GARANTO pra vocês que nunca experimentei uma camiseta com um decote tão… tão… perfeito! Nada aparece demais, nem de menos. Foi um ponto muito pensado e corrigido vááárias vezes até alcançar a forma que consideramos ideal. E posso dizer que as meninas que compraram até agora acharam o mesmo! 😀

4. Manga: é muito comum que as camisas femininas tenham a manga mais justa. A nossa também é bem larguinha e super confortável. Permite que você se movimente melhor sem que nada incomode e é até mais fresquinha. Garanto que dá pra trabalhar com ela o dia todo sem querer chegar em casa correndo pra tirar! 🙂

__

– Moletons:

Moletom Not so it

Para o inverno, lançamos uma mini-coleção de moletons, com três estampas! Esse aí de cima tem a frase que eu citei no começo do post! 😀 Gente, os moletons foram TÃO sucesso que a gente vai expandir a coleção, com reposição das numerações que já acabaram (sim, cinco dias de existência e algumas numerações já se foram) e novas estampas! Eles são quentinhos, compridinhos como as nossas camisetas e apenas uma palavra descreve: AMOR

Já usei o meu com calça, legging, short e até por cima de vestido. Já usei com cordão grandão, cachecol e se eu estivesse nos anos 90 certamente usaria com gargantilha! Já usei com tênis, bota, sapatilha e até um scarpin poderosíssimo. Sério, é a coisa mais versátil do mundo! ❤

Se você for lá no site agora e não tiver a numeração que você quer no seu preferido, não se preocupe! As reposições estão chegando em breve!

__

– Preço e exclusividade:

Uma das primeiras coisas que nós decidimos quando demos início à criação da Not so it foi a questão do preço. Nós, que sempre falamos de moda barata aqui, não poderíamos ir contra isso na hora de criar a nossa própria marca. Por isso, cobramos pelos nossos produtos o que nós pagaríamos caso os víssemos em alguma arara. Infelizmente, não somos (ainda!) uma empresa giga com mil funcionários e precisamos terceirizar cada parte do processo, o que aumenta MUITO os nossos custos. Mesmo assim, mantivemos o preço que sempre imaginamos, desde o princípio, que confere às nossas peças um excelente custo/benefício! 🙂

Outra coisa que decidimos desde sempre foi o número de peças que produziríamos. As nossas grades são muito pequenas, ou seja, temos pouquíssimas unidades de cada tamanho. Assim, temos a possibilidade de lançar sempre estampas novas e investir em outros produtos e modelagens!

__

Bom, achei válido vir aqui mostrar pra vocês um pouco da nossa perspectiva sobre a Not so it! Estamos perdendo o medo e curtindo muito cada momentinho dessa nossa nova profissão (ui, que medo)!

Agora, corre lá no nosso site pra ver as nossas peças e, quem sabeeee, fazer umas comprinhas 😉

Um beijo pra vocês e muito obrigada!

 

 

Not-so-look do dia – Verão!

Boa tarde, caros amigos!

Hoje finalmente o tempo abriu na Princesinha de Minas e a gente começa a sentir vontade de se esticar na areia pra tomar um sol. Só que aqui não tem areia, então a gente fica trabalhando mesmo.

Então vou mostrar pra vocês uma roupa que usei no domingo pra ir visitar meu amigo Juan no trabalho. Gente, eu tenho plena noção de que os “looks do dia” aqui do blog não são como os dos outros blogs por aí. Não envolvem produções elaboradas, e por isso mesmo são “not-so-looks do dia”. Esse, por exemplo, quis mostrar pra vocês por dois motivos que explico depois. Saquem só:

Pois então… vestidos e saias longas são muito a cara do verão. É delicioso sair de longo nesses dias quentes e quase sempre desconfortáveis. Esse vestido é da Marisa, e custou… (rufem os tambores)… R$39,90! Sério, eu não acreditei! Quando o peguei na arara, ele estava R$49,90. No caixa, menos R$10! Ainda levei uma calcinha pra casa! Hahaha

A outra questão do vestido são as cores. Há uma mescla de cores escuras e claras, o que acho que ajuda quem é mais gordinha e acha que não pode usar vestidos longos. Tem também a estampa: apesar de ser menor e cortada em blocos, o que “achata”, ele tem esses desenhos verticais que podem disfarçar esse problema. É um vestido bacana que as baixinhas e gordinhas podem testar. Eu gostei dele bastante no corpo, apesar de ter ficado um pouco curto.

Adorei a amarração com “couro” atrás! Ignorem a tatuagem tosca feita com 14 anos e foquem na estampa, que é lindinha!

Beijos, meninas e meninos do meu Brasil!

Lorena

Inspiração: Looks masculinos com camisa jeans

Boys and girls, how are you all feeling today?

As férias se aproximam, já sinto o cheiro de diversão no ar (diversão = ficar no 9gag o dia inteiro e assistir temporadas inteiras de séries).

E de que forma eu me divirto mais? Dando opiniões no estilo alheio! Ontem falei um pouco sobre o que os meninos podem ou não podem usar no verão, com base no que eu acho legal. Dentro das coisas lindas que podem muito, citei a camisa jeans, que é a minha paixão do momento, tanto para nós meninas quanto para os garotos. Mas eu sei que eles andam resistentes a essa moda, por algum motivo que eu desconheço.

Por isso, resolvi montar pra vocês, amores da minha vida, dois conjuntos de roupas com camisas jeans, para inspirá-los a ficarem ainda mais lindos para suas gatinhas. Pensei em praia, novamente, porque tenho pensado nisso com uma certa frequência. Vem comigô!

Primeiro, uma roupa bem casual, pra dar um passeio ou tomar uma cerveja à tarde com a moçadinha muito louca. Por favor, tenham em mente que a camisa jeans vem aberta, por cima da t-shirt, e com a manga dobrada! Vamos aos créditos:

Camisa jeans Renner: R$79,90
T-shirt de malha Renner: R$29,90
Bermuda Redley: R$234,00 – ela é dupla face, do outro lado é xadrez em vermelho e azul.
Tênis Redley: R$239,00

E uma roupa pra uma baladinha maneira, ou pra ir pra um barzinho à noite pra investir na paquera (hahaha). Morri com essa roupa inteira, e vocês vão morrer com os preços das coisas. Olha só:

Camisa jeans Renner: R$79,90
T-shirt Renner Planeta Atlântida: R$25,90
Calça jeans Renner: R$89,90
Sapato camurça Renner: R$99,90

Meninos, a camisa jeans é muito tranquila de ser usada. Se ainda com a inspiração vocês ainda estiverem resistentes à aderi-la, pensem que camisas sociais fazem o mesmo efeito (lógico, tendo o bom senso de escolher uma camisa que combine com o estilo… não vai pegar uma azul-motorista-de-ônibus e achar que tá tudo bem). Fica lindo, diferente e vocês vão chamar a atenção, com certeza.

Outra coisa: como no segundo visú, a camisa jeans pode sim ser usada com uma calça também jeans. Eu prefiro quando são de tons completamente diferentes (a camisa azul e a calça clara, por exemplo).

E aí, será que rola de usar a camisa jeans no verão?

Beijos,

Lorena

Pode – Edição Verão

Nem só de criticar vive o mundo, não é mesmo?

Então vamos ver o que os meninos podem usar no verão, sem incomodar ninguém, ficando belos, morenos e desfilando pela orla conquistando as gatinhas.

Camisas básicas coloridas: em vez de usar as bermudas muito loucas do surf, vocês podem usar cor nas camisas. Essas basiconas mesmo, da Hering, são lindas! E custam R$17,90. Tem um milhão de cores (escolhi aleatoriamente) e tem a boa e velha branquinha, que vai ficar linda em vocês depois que vocês tiverem com a bochechinha vermelha de sol (morri). Se vocês meninos soubessem o poder da camisa básica, aaaah… esse blog talvez nem existisse! Não ia ter o que ser criticado!
Camisa jeans: tá… eu sei… mas eu precisava colocar uma coisa diferente aqui, né? Todo menino que um dia vestiu uma camisa xadrez, pode usar uma camisa jeans por cima de uma camiseta básica. E não, meninos, isso não é “muito gay” não. É a versão verão da camisa xadrez, acreditem em mim. Já me imagino andando pela orla, e vendo de repente um magrelinho de bermuda, camisa branca e camisa jeans por cima, boné e slip on, andando de long, e a gente se apaixonando, e casando, e enfim…
Bermuda discreta: eu não sou fã de bermudas, porque perna de homem é um negócio complicado. Eu, por exemplo, reparo demais em canela e batata da perna. Aí, com a bermuda, essas duas partes do corpo ficam ali, expostas pra mim. É difícil me controlar (tanto pro lado positivo, quanto pro negativo). Falei das bermudas coloridas, então essas são o outro lado. Não precisa ser preta e branca, como essa do exemplo. Existem umas listradinhas que são ok, com cores claras, algumas com estampas legais. É só não misturar flor, com prancha de surf, com Billabong, com cores flúor.
Havaianas brancas: muito, muito amor.
Sunga larga e discreta: meu consultor para assuntos praísticos me disse que agora as pessoas andam numa onda de sungas coloridas, com desenhos, etc. Se isso realmente estiver acontecendo, eu pego minha prancha de bodyboard [?]  e vou  remando até ficar perdida no meio do oceano pra nunca mais voltar. Sunga já é um negócio esquisito até onde foi e parou, e eu tenho que ficar aturando desenho de dragão, coqueiro, flor? Já basta ter que ficar me esforçando pra não ficar olhando pras partes que ficam desconfortavelmente marcando.
Boné de aba reta: as pessoas têm defeitos, certo? O meu é gostar de bonés de aba reta. Podem me crucificar. Mas é preciso deixar claro que o boné de aba reta combina com um certo estilo e não com todo mundo. É necessário “sustentá-lo”. Quando penso em bonés assim, não penso nos rappers americanos, mas sim nos skatistas californianos, sabe? Eles já têm uma atitude com a qual o boné vai bem.

Bom, é isso. Quem concorda e quem discorda? Estou aberta a modificações! Hahaha

Beijos, meus lindos.

Lorena

Não pode – Edição Verão

Certas pessoas nasceram pra praia… areia, mar, sal, corpos suados, frescobol… eu não sou uma dessas pessoas.

Mas, pela primeira vez na vida, estou empolgada para ir à praia fingir que eu sou gringa ficando de vestidinho embaixo do guarda-sol o dia inteiro. E hoje já tive taquicardia imaginando o que eu vou ter que ver andando pela areia. Pelo menos tô indo pro Rio, onde as pessoas já estão (ou deveriam estar) mais ligadas em como se vestir no calor. Imagina Piúma! IMAGINA! (quero deixar claro que Piúma não é o problema, mas sim os mineiros que se deslocam pra lá e que dão sentido à categorização “mineiro na praia”, que é o cara que grita “OLHA O JACARÉÉÉÉÉ”)

Então, vim novamente falar diretamente com aqueles que deixam minha vida mais amarga empolgante: os garotos!

Garotos, vocês parecem sofrer uma mutação no verão. Tudo que sempre é motivo de preconceito, vira possibilidade se há alta temperatura e mar. Fazem umas misturas de cores que nem o próprio Color Block dá conta. Cada bermuda estampada que desafia a lógica humana. Estampa florida, cordão, tudo é válido. Só que nós, meninas, fugimos ao máximo dessa dislexia masculina de verão, e eu vim hoje representar essa categoria.

Vem cá com a Tia Lorena então, vou mostrar do que vocês devem fugir!

Batas: o que é o fenômeno das batas masculinas no verão/reveillon? O cara acha que é descolado andar de bata e calça saruel, do tipo “ai, tô aqui em Ibiza, sou muito do estilo”. Não é não. Bata é feio demais, me perdoem os apaixonados por ela. Não sou paga pra ficar vendo cordão de prata por baixo desse decote.
Bermuda cargo: coloquei isso aqui só por desencargo de consciência, porque, né? Tirando seu pai, ninguém usa isso mais. E quando elas vão lááá pra baixo do joelho? Hahaha, ai ai.
Short de microfibra: olha, eu vejo muito as pessoas usando esse short na praia. Me lembra os shorts de TACTEL da década de 90. E ainda sobe um pouquinho do lado, que é pra mostrar mais da coxa peluda masculina. Também é só desencargo de consciência, né? Diz que sim! Ninguém com menos de 43 anos usa isso, certo?
Sunga cavada: sunga é problema de saúde pública. Eu acho simplesmente horroroso, mas se eu colocasse aqui que sunga “não pode”, ia sofrer represálias, eu sei. Então limitei: sungas cavadas NÃO. Nem se você tiver netos – aqui não importa a idade.
Bermudas caóticas: tá aí o problema do verão. Todo menino acha que é do surf. Aí me usam essas bermudas muito coloridas, com um BILLABONG gigantesco escrito do lado, com todas as cores possíveis e imagináveis, que me fazem pensar que eu tomei ácido e tô tendo alucinações. Aí vai e adiciona uma regata toda estampada também e pronto, minha alegria acabou.
Óculos estranhos: eu suporto o seu HB, o seu Oakley, juro que nem critico. Mas lente laranja? Espelhada? E o pior, gente: isso daí era o cúmulo da breguice até pouquíssimo tempo atrás, até que alguém resolveu resgatar e agora os meninos acham isso bacana. ATÉ QUANDO? ATÉ QUAAANDOOO???
Chinelos de couro ou de tira larga: deixa o gringo se embaraçar sozinho usando isso. Corra!

Por fim, deixo aqui uma imagem do maior exemplo do que NÃO PODE no verão:

SUNGA E CAMISA: piiiiiiiiiiiiii (barulho do monitor cardíaco demonstrando morte). É simplesmente a coisa mais feia que uma pessoa pode fazer. Eu prefiro ver sua pancinha, sua BDL, mas não me coloca uma camisa sem colocar uma bermuda também, por favor. Se ele, que é o Carmo Dalla Vecchia, ficou feio assim, imagina você, que não é o Carmo Dalla Vecchia?

No próximo post eu vou tentar ajudar vocês, meninos, dizendo o que pode!

Inspiração: Calças e bermudas Coloridas

E aí meus queridos companheiros do mundo online,

tudo bom com vocês? Eu ainda estou curando uma ressaquinha da balada de ontem, mas tudo bem!

O assunto de hoje é bem delicado para nós homens: Calças e bermudas coloridas. Tenho certeza que sua cabeça já se encheu de preconceito, você pensou no Restart e já gritou: “Juan, calça colorida de jeito nenhum.”

Pois vamos para com este preconceito e raciocinar um pouco. Vamos entrar na estação mais quente (na minha opinião, a mais insuportável) do ano, vivemos no país tropical abençoado por Deus e estamos no ano do COLOR BLOCK, aquela tendência de usar blocos de cores (camisa laranja, calça azul e tênis vermelho, por exemplo). A gente sabe como é difícil fazer um look todo de color block, por isso mesmo a gente sugere a mudança para calças com cores.

A gente sabe que lá na gringa os meninos usam as cores sem a menor dificuldade e por isso a gente sempre traz umas imagens como inspiração.

Além disso, essa moda das cores continuarão na estação fria também, em tons mais secos, mas continuarão.

Em Juiz de Fora, a eu já achei calças e bermudas coloridas na Armadda, Renner, C&A e Richards. Mas se você viajar pro Rio, que seja, a Zara é cheia de opções.

Bom domingo pra vocês.

Juan