TruqueBook: Xadrez

“Se correr o bicho pega, se ficar o bicho come”. Bicho, nesse caso, é o xadrez nas próximas estações frias. Ele está EVERYWHERE: camisas, bolsas, saias, vestidos, acessórios e te falo que se bobear até na roupa íntima. Aí a gente fala em xadrez e a pessoa pensa em quê?

"Jeremy spooooken..."

O que dizer sobre o jovem Eddie Vedder, né?

Ou então:

Não chamem kilt de saia, gente.

Não chamem kilt de saia, gente

Ou aqui no Brasil, mais provavelmente:

HAHAHA zerou a internet

HAHAHA zerou a internet

Não importa a origem do seu apreço (ou da falta dele) pelo xadrez. O negócio é que ele tá aí e nós vamos ter que engoli-lo. Eu particularmente curto demais e fiquei super feliz em ver que está cada vez mais fácil achar roupa feminina com esse padrão. Mas, pode ser que algumas de vocês pensem que o xadrez é meio chatinho de ser usado e que o negócio é combiná-lo com um jeans ou uma calça preta e olhe lá. Pois viemos mostrá-las que NÃO! Na verdade, o mais divertido de tudo é tentar fugir desse óbvio e acrescentar a estampa a estilos diferentes do grunge (ou sertanejo, ou escocês). Vem comigo!

imagens: lookbook.nu

A Adriana resolveu parear a camisa xadrez com a saia skater. Manteve os acessórios em tons bem neutros e fez uma combinação dessas que todo mundo pode usar. Se a saia fosse mais compridinha, seria uma opção bacana até mesmo pro trabalho. E se você não tem uma saia skater, não tem problema: rola de experimentar com outras modelagens e ver a que combina melhor com o seu tipo de corpo (imaginem só uma saia de brim preta, que coisa linda que não ia ficar). A Rachel-Marie (ou Zooey Deschanel, tanto faz), colocou um suéter por cima e deixou só a gola e a barra da camisa aparecendo. Demais, né? Essa é uma superdica pra parecer SEMPRE mais bem vestida! (P,S.: se você não tem um suéter, ou se o frio ainda não está o suficiente pra isso, você também pode acrescentar uma blusa de malha por cima. Fiz isso aqui, ó). A parte de baixo pode ficar a seu critério! Jeans, calça de tecido, saias ou shorts caem bem. Por fim, a Barbora fez um charminho lindo colocando a blusa amarrada na cintura. Ela poderia usar a blusa por baixo da jaqueta que também ficaria show. Mas olha que graça que ficou isso, gente? Roupa que todo mundo pode usar, de novo!

imagens: lookbook.nu

Como eu disse lá no comecinho, agora é bem mais fácil achar peças em xadrez além das camisas. Já vi saias em todas as lojas de departamento (Renner, C&A, Marisa e Leader) e todas bem legais. A Flávia combinou a skater xadrez com um moletom estampado e uma botinha de cano curto e todos devemos concordar que ela mandou bem! Não tem moletom cropped? No problemo, mi amigo. Certeza que a sua mãe tem aí uma blusa de lã que ela não usa mais e você pode cortar no comprimento e na gola (me perdoem mães, estou estimulando a criatividade das meninas). A Sammi procurou um cachecol e combinou com peças bem básicas em preto e branco. É uma ótima opção pra quem não quer se “axadrezar” demais! E por fim, a Steffy optou por uma combinação mais “preppy”, com o suéter pra dentro da saia e o cintinho pra arrematar. Pra mim, é a forma mais bacana de se usar uma saia xadrez (ou saias de cintura alta em geral), porque fica bem romântico, dá AQUELA disfarçada na pancinha e deixa a gente com cara de Gossip Girl rica e bem-sucedida.

Se vocês acharem alguma peça xadrez com um precinho camarada, conta pra gente aqui nos comentários! Queremos fazer outro post com opções de preço amigável pra galera! 🙂

Beijos, e um ótimo fim de quarta pra vocês!

Lorena

Not-so-look do dia: Jaws, calça masculina e meu sapato favorito

Em um dos primeiros “not-so-looks do dia” que eu postei aqui no blog (saudades 2011) (só que não mesmo), eu expliquei que o título da tag não era à toa. Realmente, vocês nunca vão ver produções mega elaboradas por aqui, porque não é assim que a banda toca no coreto da Lorena. 80% dos dias eu acordo sem qualquer inspiração e eu sou uma bagunça na hora de escolher o que vestir. Tem dias que eu me sinto a pessoa mais alternativa dentro do rock no mundo, outros eu acho que sou a executiva de contas de uma multinacional. Com isso, vem uma DISLEXIA FASHION (sério, vou patentear o termo) absurda, que resulta em manhãs vestindo tênis e camiseta, tardes de saia lápis e camisa de botão e noites de saia bandagem e tomara-que-caia (essa última parte é mentira).

Como eu atualmente ando numa DIETA FASHION INVOLUNTÁRIA devido à mais pura falta de dinheiro, o que eu mais faço é repetir roupa e acessório. E cabelo. E maquiagem. Nesse dia, eu fui tomar uma cerveja com o namorado e não tinha razão para emperequetamento (do verbo “emperequetar”). Por isso, fui direto no que não tem erro pra mim:

imagem: notsoit

Camiseta: Marisa;
Calça jeans: C&A;
Bolsa: Ebay;
Espadrilha: Renner;
Acessórios: Rita de Cassia, minha mãe.

A espadrilha comprada no Rio (que eu conto aqui) virou meu sapato favorito de todos os tempos. A bolsa… bom, é a única preta que eu tenho at the moment. A camiseta é a mais linda paixão, diretamente da Marisa por míseros R$19,90. E a calça tem um truquezinho (que eu já dei spoiler no título): ela é masculina!

Eu tenho 1,76m de altura e visto 44. Pode parecer bobagem, mas é impossível achar calças jeans pra mim. Elas ficam curtas e geralmente, quando ficam boas na cintura, ficam largas no bumbum e na perna. Então, um dia, resolvi fazer algo diferente: experimentei uma calça masculina e funcionou! Claro, não são todas. Eu procuro as slim e skinny da C&A, com elastano, sempre uns dois números menor do que seria a feminina (a doce ilusão de se vestir 40). Elas têm a cintura mais alta (amor ❤ ) e ficam num comprimento ótimo pra mim. Então, meninas que sofrem com isso, façam o teste! E me contem aqui se deu certo!

Prometo trazer, caso seja do interesse de alguém, algumas fotos mais detalhadas de acessórios – quando valer a pena!

Beijos!

Lorena

Not-so-look do dia – Verão!

Boa tarde, caros amigos!

Hoje finalmente o tempo abriu na Princesinha de Minas e a gente começa a sentir vontade de se esticar na areia pra tomar um sol. Só que aqui não tem areia, então a gente fica trabalhando mesmo.

Então vou mostrar pra vocês uma roupa que usei no domingo pra ir visitar meu amigo Juan no trabalho. Gente, eu tenho plena noção de que os “looks do dia” aqui do blog não são como os dos outros blogs por aí. Não envolvem produções elaboradas, e por isso mesmo são “not-so-looks do dia”. Esse, por exemplo, quis mostrar pra vocês por dois motivos que explico depois. Saquem só:

Pois então… vestidos e saias longas são muito a cara do verão. É delicioso sair de longo nesses dias quentes e quase sempre desconfortáveis. Esse vestido é da Marisa, e custou… (rufem os tambores)… R$39,90! Sério, eu não acreditei! Quando o peguei na arara, ele estava R$49,90. No caixa, menos R$10! Ainda levei uma calcinha pra casa! Hahaha

A outra questão do vestido são as cores. Há uma mescla de cores escuras e claras, o que acho que ajuda quem é mais gordinha e acha que não pode usar vestidos longos. Tem também a estampa: apesar de ser menor e cortada em blocos, o que “achata”, ele tem esses desenhos verticais que podem disfarçar esse problema. É um vestido bacana que as baixinhas e gordinhas podem testar. Eu gostei dele bastante no corpo, apesar de ter ficado um pouco curto.

Adorei a amarração com “couro” atrás! Ignorem a tatuagem tosca feita com 14 anos e foquem na estampa, que é lindinha!

Beijos, meninas e meninos do meu Brasil!

Lorena

Diquinha rápida – Lingeries

E aí, pessoas!

Passei aqui só pra dar uma dica rápida mesmo!

Já ouvi muitas meninas que têm o peito grande, ou as mais gordinhas, reclamarem que é muito difícil achar lingerie bacana em tamanhos maiores. Mas hoje, dei uma passadinha na Marisa e fiquei impressionada com a quantidade de conjuntos LINDOS que eles tem pras meninas mais fartas! Tem cada sutiã de morrer, com uns tamanhões de dar gosto!

E o que eu achei mais legal… nada de “tamanhos especiais”, não… estão lá, junto com as todas as outras lingeries. Tem muita coisa, mesmo! Pra quem sofre desse problema, vale a pena dar uma olhada. Não tirei fotos porque fiquei com medo de sofrer represálias dentro da loja! hahaha

Só lembrando, fui na loja aqui de Juiz de Fora, mas imagino que as outras Marisa do Brasil também tenham!

Beijos