Editorial: Todo dia, t-shirt!

Conversamos lá na fanpage sobre como muitas vezes nós acabamos apelando pro básico quando falamos de t-shirts. Mas também, dá pra entender, né… muitas vezes a modelagem quadradona e o tecido rígido das camisetas que nós vemos por aí não nos permite variar muito. Uma calça jeans ou um shortinho são as melhores opções, e olhe lá! Por isso, fotografamos esse minieditorial com algumas ideias de visús simples e bacanas com as nossas t-shirts!

Nada de megaproduções aqui, viu? Queremos inspirar vocês a usarem camisetas no dia-a-dia, com o que todas temos dentro do guarda-roupa (aquele jeitinho Not so it de fazer as coisas!).

Vem ver o que vocês acham! 😀

CamisetaAsleep
ed1
A nossa camiseta Fall in love é toda engraçadinha e delicada, por isso quisemos mostrar uma produção com essa mesma vibe. A saia floral é feminina e uma delícia para combinar com outras estampas, já que tem o fundo escuro e cores bem sóbrias. Nos pés? A gente vota na sapatilha, mas você pode optar por uma botinha de cano curto ou até um salto, se a intenção for sambar na cara da sociedade. A bolsinha baú é aquela que ajuda qualquer um, porque é linda, estilosa e cabe a vida dentro!

Camiseta: “Fall in love” / Saia: C&A / Bolsa: Zara

CamisetaBitch

bitch23

Calma, eu sei, dá vontade de sair com uma roupa igualzinha, né? Essa camiseta Bitch, please é nossa queridinha e ela simplesmente deixa tudo mais maravilhoso! Então nem precisamos fazer muito esforço: cardigan compridinho e colorido pra dar uma alegrada na cara de todo dia e a saia basicona que é super quebra-galho! Acessórios sem muito mimimi que é pra camisa ganhar destaque! Fala sério, isso é que é roupa linda, Brasil! Pra ir do trabalho pro aniversário da amiga, passando pela cervejinha no meio da semana e acabando no cinema de domingo. ❤

Camiseta: “Bitch, please” / Saia: C&A / Cardigan: Zara / Bolsa: Zara / Sapatilha: Sonho dos pés

CamisetaOld

old2

Camiseta tem cara de conforto. Combinada com um shortinho e uma alpargata então, já era! Carinha de Rio de Janeiro no pôr-do-sol (ou pra quem é mais humilde tipo a gente, sorvete do McDonald’s no sábado à tarde). Se você não gosta de short curtinho, não tem problema! Escolhe aquele jeans que você adora e, pra dar um charmezinho, dobra a barra pra ficar bem fresquinho! Pronto! 😉

Camiseta: “Old is cool” / Short: C&A / Alpargata: Converse

CamisetaTattoo

tat13

Eu sei que nós somos extremamente suspeitos pra falar, mas achamos também que essa camiseta Tattoo não precisa de complemento nenhum! Ela é linda por si só! Mas, mais uma vez, apelamos para a terceira peça pra trazer mais cor pro conjunto todo! Todo mundo sabe do truque da terceira peça né? O shortinho jeans pode ser substituído por absolutamente qualquer coisa: saia, calça jeans, legging, saia longa… as opções são infinitas!

Camiseta: “Tattoo” / Short: C&A / Cardigan: Ebay

CamisetaTV

tv (11)

Eu queria dizer assim: “SAI SÓ DE CALCINHA, PORQUE NOSSA CAMISETA JÁ É O SUFICIENTE”, mas vai que vocês são presas depois e falam no tribunal (?) que a culpa era nossa, né? Então, olha… mais uma vez o short jeans basiquinho faz as vezes de parte de baixo, podendo ser substituído, como dito ali em cima, por qualquer outra peça! A botinha de cano curto é amor verdadeiro, amor eterno, mas também poderia ser substituída por tênis, sapatilha, salto, etc etc etc. Agora, vejam só: bateu o frio. Como lidar? Gente, a combinação blazer + camiseta é DEMAIS! Quer sair à noite? Combina o blazer e camiseta com uma calça skinny preta e um saltão. Fim. Próximo passo é você dando entrevista pra TV como a mulher mais sexy do mundo.

Camiseta: “TV Show” / Short: C&A / Blazer: Ebay / Botinha: Lojinha na rua São Mateus que a gente não sabe o nome

Bom, agora corre lá na loja pra conhecer as outras camisetas e moletons que não entraram no editorial! O próximo passo vocês já sabem: é tirar uma foto com o seu visú completo, postar lá no Instagram e marcar a @notsoit. Quem sabe não rola até uma promoção de melhor produção com camiseta Not so it, hein? 🙂 (spoiler alert).

Queremos sempre trazer ideias bacanas pra vocês e vamos sempre precisar de meninas que se identifiquem com a marca para ocupar o importante papel de modelo! Se você curte as nossas coisas e tá a fim de umas novas fotos pro perfil (a gente sabe que todo mundo quer), fala com a gente aí nos comentários (não precisa ser modelo profissional, não precisa ser alta, nem magrela, nada disso. Precisa curtir nossas coisas e se identificar com as nossas ideias)!

O nosso eterno MUITO OBRIGADA à Marina Mamede, fotógrafa incrível, e à Isabela, que topou essa loucurinha com a gente! 😉

Beijos e até a próxima!

Anúncios

Not so it: a marca!

Não me pergunte exatamente como surgiu essa ideia de girico de ter uma marca de camisetas. A bem da verdade, ela deve ter surgido de uma sugestão despretensiosa bem do tipo “vamos ter uma marca de camisetas?”. O porquê de essa opção ter ido pra frente e as outras, do tipo “vamos morar na praia e viver de vender camarão?” e “vamos montar uma dupla de DJs que vive de mixar sertanejo?”, terem ficado pra trás, a gente não sabe.

Só sei que eu e Juan sempre tivemos uma ideia muito clara de quem eram as pessoas que liam o que a gente escrevia aqui. E sempre tivemos muita certeza do que pensamos em relação à moda, mercado, dinheiro e etc e soubemos, a partir deste espaço aqui, que muita gente tinha opinião parecida. Assim, não foi difícil imaginar como seria a nossa marca caso um dia ela existisse: básica sem ser chata, democrática, ótimo custo/benefício e com um toquezim de humor.

Eis que, depois de quase um ano e meio de muitas e muitas e muitas noites sem dormir, a marca Not so it sai do papel!

pulando-comemoracao

Gente, só que já tentou começar um negócio próprio sabe o quanto isso é difícil. No nosso caso, parece que Murphy estava o tempo todo sentado com o pé esticado esperando pra gente tropeçar mais uma vez. Eu sei que parece impossível acreditar nisso, mas TUDO que poderia dar errado, deu. Com força. Quem esteve com a gente durante todo o processo sabe que dessa vez eu não estou exagerando.

MAS, o tempo todo eu fiquei com uma frase na minha cabeça (que mais tarde veio a se tornar uma das nossas estampas!): “if not now, then when?”. E nós insistimos! Até hoje podermos vir aqui pra mostrar pra vocês WHAT NOT SO IT IS ALL ABOUT!

– Modelagem: 

Camiseta Not so it modelagem

1. Comprimento: nossas camisetas são compridas. Como eu sempre usei t-shirts, achava um saco quando, vocês sabem, “tudo” ficava assim, à vista. Desse jeito, nada aparece! Inclusive, elas são mais compridinhas atrás, pra tampar também boa parte do pandeirão!

2. Largura: nada de coisa justa incomodando por aqui. A nossa t-shirt é larguinha, bem confortável, porém acinturada pra acompanhar as formas do nosso corpo. Camiseta quadradona nunca mais! Inicialmente, nós optamos por uma modelagem mais ampla, querendo atender o maior número de “corpos” possível (já que é mais fácil cortar e apertar do que alargar, né?)! Inclusive, nossa grade vai do P ao GG! Tem pra todo mundo!

3. Decote: eu, como consumidora, sou ex-tre-ma-men-te chata com decote. E acho que é um problema pra muita gente! As meninas que têm muito peito não gostam de decotes muito fechados, as que têm pouco peito não gostam de decote muito aberto… enfim! Eu GARANTO pra vocês que nunca experimentei uma camiseta com um decote tão… tão… perfeito! Nada aparece demais, nem de menos. Foi um ponto muito pensado e corrigido vááárias vezes até alcançar a forma que consideramos ideal. E posso dizer que as meninas que compraram até agora acharam o mesmo! 😀

4. Manga: é muito comum que as camisas femininas tenham a manga mais justa. A nossa também é bem larguinha e super confortável. Permite que você se movimente melhor sem que nada incomode e é até mais fresquinha. Garanto que dá pra trabalhar com ela o dia todo sem querer chegar em casa correndo pra tirar! 🙂

__

– Moletons:

Moletom Not so it

Para o inverno, lançamos uma mini-coleção de moletons, com três estampas! Esse aí de cima tem a frase que eu citei no começo do post! 😀 Gente, os moletons foram TÃO sucesso que a gente vai expandir a coleção, com reposição das numerações que já acabaram (sim, cinco dias de existência e algumas numerações já se foram) e novas estampas! Eles são quentinhos, compridinhos como as nossas camisetas e apenas uma palavra descreve: AMOR

Já usei o meu com calça, legging, short e até por cima de vestido. Já usei com cordão grandão, cachecol e se eu estivesse nos anos 90 certamente usaria com gargantilha! Já usei com tênis, bota, sapatilha e até um scarpin poderosíssimo. Sério, é a coisa mais versátil do mundo! ❤

Se você for lá no site agora e não tiver a numeração que você quer no seu preferido, não se preocupe! As reposições estão chegando em breve!

__

– Preço e exclusividade:

Uma das primeiras coisas que nós decidimos quando demos início à criação da Not so it foi a questão do preço. Nós, que sempre falamos de moda barata aqui, não poderíamos ir contra isso na hora de criar a nossa própria marca. Por isso, cobramos pelos nossos produtos o que nós pagaríamos caso os víssemos em alguma arara. Infelizmente, não somos (ainda!) uma empresa giga com mil funcionários e precisamos terceirizar cada parte do processo, o que aumenta MUITO os nossos custos. Mesmo assim, mantivemos o preço que sempre imaginamos, desde o princípio, que confere às nossas peças um excelente custo/benefício! 🙂

Outra coisa que decidimos desde sempre foi o número de peças que produziríamos. As nossas grades são muito pequenas, ou seja, temos pouquíssimas unidades de cada tamanho. Assim, temos a possibilidade de lançar sempre estampas novas e investir em outros produtos e modelagens!

__

Bom, achei válido vir aqui mostrar pra vocês um pouco da nossa perspectiva sobre a Not so it! Estamos perdendo o medo e curtindo muito cada momentinho dessa nossa nova profissão (ui, que medo)!

Agora, corre lá no nosso site pra ver as nossas peças e, quem sabeeee, fazer umas comprinhas 😉

Um beijo pra vocês e muito obrigada!

 

 

Obsessão: botas de cano curto

ENQUETE: quantas pronúncias diferentes vocês já ouviram da palavra “ankle boot”? Vou listar as que eu já tive o prazer de escutar: UNCLE boot, ENQ boot, ENCLOU boot e, a melhor de todas, ONCOBOOT (oncotô?).

O fato é que, não importa com qual pronúncia você escolha se referir a elas, todos sabemos o que elas são. Botinhas de cano curto, quase sempre de salto, que já estão aí fazendo a festa da galera há algum tempo. Porém, podemos dizer que ano passado elas deram uma despiriguetada. Se antes, a botinha vinha acompanhada de um salto homérico e uma meia pata travestílica (?), hoje ela volta com salto mais grosso, mais baixo e com uma carinha mais rocker meets country. Pó falar? Tô amando demais ❤ Não consigo imaginar mais nenhuma roupa minha sem o acompanhamento de uma menininha dessa. Trouble is que elas são bem carinhas, né? Então vou ter que me contentar com meu all star da 5ª série.

Mas, pra vocês que se encontram em melhores condições financeiras que eu, rodopiei a internet procurando por modelos bacanas e com preço mais barato. Vamos ver se vocês curtem alguma:

imagens: google ou sites indicados

1. Azaleia, R$139,90 / 2. Zatz, R$159,90 / 3. Satinato, R$199,90 / 4. Via Marte, R$189,90 / 5. Posthaus, R$79,90 / 6. Satinato, R$199,90

Vocês veem que uma botinha dessa por menos de R$100 é milagre na Terra, né? Por isso coloquei essa da Posthaus aí. Foi a única que eu achei mais baratinha! Esses foram apenas alguns dos modelos que eu achei, viu? Salvei mais várias imagens por aqui, mas optei por mostrar ideias diferentes (várias alturas de salto, cores, detalhes). Se vocês ficarem interessadas, recomendo passearem por esses sites que eu postei, porque as opções são infinitas!

Vale ressaltar duas coisas importantes:
1) As botas de número 3, 4 e 6 são de couro. Se você não usa couro por quaisquer razões, foca nas outras opções! 😉
2) Das lojas listadas, comprei apenas na Dafiti e na Renner online. Recomendo as duas de olhos fechados, pois tive ótimas experiências. Linkei as outras lojas só para termos variedades de opções no post, senão ia ficar parecendo jabá e… vocês sabem, né? Risos.

Continuarei desejando minha botinha até que nasça uma árvore de dinheiro no meu quintal (não tenho quintal, ou seja).

Beijos, crianças!

Lorena

Not-so-look do dia: Blazer e jeans

Começando mais uma semana já com o sentimento de que essa vida adulta não dá trela pra ninguém.

imagem: google

Como eu acordei hoje querendo nunca mais ter que trabalhar, ou ganhar dinheiro, ou lutar pela minha sobrevivência, tive que me vestir de modo a esconder todo esse sentimento destrutivo. Como? Sendo adulta! E como ser adulta em apenas um passo? Usando um blazer!

Nós falamos muito de blazer aqui e, apesar de amá-los muito, não é uma peça que eu uso toda semana. Hoje, o friozinho estava presente e foi ele que me salvou. Vamos à produção nada complexa (e com foto de celular):

imagem: not so it

 

imagem: notsoit

Desnecessário o close no pé, né? Malz ae.

Blazer: Renner 
Camiseta listrada: Keeper
Jeans: roubado do armário da mãe, tenho nem ideia de onde é
Sapatilha: C&A
Bolsa: Rainha de Laço

O blazer da Renner já é bem antiguinho. Na época, foi uns R$120. Vale ressaltar que eu comprei um outro blazer E-XA-TA-MEN-TE igual, com o mesmo acabamento interno (e até com um botão mais bonito e uma etiqueta “Zara” pra completar) no Ebay, e custou $12. Sem frete. Pois é.

A sapatilha foi R$29,90 e também é bem antiga. Se eu tivesse algum compromisso mais sério, até colocaria um salto. Mas, como iria ficar sentadinha no escritório da Not so it o dia inteiro, achei que não teria problema quebrar a “adultice” com a sapatilha engraçadinha. Pra não ficar tudo “combinandinho” de preto, branco e vermelho, escolhi essa bolsa amarelona, que deu uma bagunçada boa no esquema de cores, mas eu nem liguei. De resto, é blusa básica de malha e o jeans dobradinho (que, diga-se de passagem, não me serviu, mas a gente usa mesmo assim).

Maquiagem quase inexistente com o BB Cream da L’Oréal, blush rosinha e rímel. Pá pum.

Essa semana voltamos com mais coisas da vida de uma not-so-it girl.
Ah, e obrigada a todo mundo que comentou no último post de desabafo e elogiou o texto. Lágrimas rolaram de emoção! ❤

Beijocas e boa semana pra todos nós! 

Lorena

Obsessão: Skater Skirts

Falei que elas iam acabar aparecendo por aqui e logo vieram! Minha mais nova obsessão: as saias skater!

Essas peças são em formato godê e com cintura alta – muito parecidas com as saias típicas da década de 50 (que as pessoas insistem em achar que são da década de 60). A maior diferença, porém, é que elas são curtinhas!

Na verdade, elas estão por aí já tem um tempinho. No verão, vieram com estampas florais, acompanhadas de cintinhos finos e em cores pastel. Agora, com o frio fingindo que se aproxima, a gente já vê um montão delas, dessa vez em couro, moletom ou tecidos mais estruturados. Concluindo: fogo e paixão. Vem ver alguns exemplos:

imagem: notsoit

1. Riachuelo
2. Aliexpress
3. Colcci

Por que elas são tão maravilhosas? Bom, primeiro, porque não são em nada limitantes: a sapatilha acompanha bem, assim como a botinha, o tênis, o scarpin, a sandália, etc. Mesma coisa quando pensamos nos tops: podemos combiná-las com camisas, camisetinhas sem manga, t-shirts, croppeds, casacos de couro e mais mil etc.

Além disso, as bichinhas são uma festa da democracia em relação a caimento: não importa a estrutura do seu corpo, as chances são que elas vão vestir super bem. O modelo skater, por ser acinturado e godê, é excelente para equilibrar medidas. Por exemplo: meninas que têm o tronco mais largo conseguem uma melhor proporção ao acrescentar volume embaixo. Quem tem aquela pancinha especial também consegue escondê-la, caso deseje. As magrinhas também são super beneficiadas, por conta do modelo estruturado que engana os olhos. Até aí, tudo perfeito. Porém, a tendência é que essa saia dê sempre a impressão de pernas mais finas. Portanto, se isso é algo que te incomoda, procure aquelas que tenham tecidos um pouco mais fluidos. Assim, essa discrepância entre a largura da perna e da saia vai ser menor!

Onde encontrá-las?

Bom, além dessas opções da imagem, sei que vocês também encontram esse modelo fácil fácil no Ebay, na Farm, na na C&A e na Renner (nessa última, inclusive, de vários tecidos diferentes e com preços ótimos. Uma pena que o site está fora do ar, então não consegui imagens). Se acharem em mais algum lugar, avisem pra gente nos comentários!

Curtiram a skater? 😉

Beijos!

Lorena

Pechinchando no Rio, Forever 21 e not-so-look do dia

Título caótico, só porque esse post vai falar desse tudo mesmo!

Semana passada fui ao Hill de Janeiro visitar Juanito Sensação com exatos zero reais na carteira. Longe de mim ter a intenção de comprar qualquer coisa com zero reais na carteira, mas eu juro, tô virando muito mestre em achar as coisas mais legais nos preços mais esdrúxulos (“esdrúxulo” aqui é um adjetivo positivo, ok?). Daí a esperança não morre.

Fomos até a… URUGUAIANA!

fist-pump-crying-gif
Eta lugar maravilhoso! Tudo lá é tamanho família: capinha de celular do tamanho da mão do Michael Jordan, fones de ouvido que mais parecem um escafandro, paletas de maquiagem Jasmine 3D com 296 cores de sombra e 3 blushes… tudo por aproximadamente R$2. Fui cavucando, cavucando pra ver se encontrava alguma coisa, mas acabei trazendo pra casa apenas um batom da Fenzza, que eu sabia que era baratinho e de boa qualidade. Comprei o da linha Passion, número 05. Ele custou R$3,80 e eu gostei bastante da cor. Como tenho uma pele muito rosada, o fundo azulado dele combinou bem. A durabilidade é a de um batom cremoso: sai relativamente fácil, mas deixa a boca com um pouco de cor.

Imagem: notsoit

Imagem: blog Beauty Day

Imagem: blog Beauty Day

Já tinha ultrapassado a minha verba quando gastei esses R$3,80 e achei que a minha SHOPPING SPREE tinha acabado por aí (corta a cena pra um vídeo meu desses de “fashion haul”, onde as blogueiras mostram as compras que fizeram. Só que o meu vídeo tem 20 segundos  e eu mostro UM batom de menos de R$4). Até que fomos nos aventurar pelo Village Mall, lugar “onde os pobres não têm vez”, lar da nossa doce Forever 21 brasileirinha. Vou resumir a Forever 21 em algumas frases pra vocês: fila de meia hora pra entrar, fila de mais meia hora pra experimentar, mais uma fila de umas duas horas pra pagar. Acham que eu fiquei lá? Ramás. A galera SUUUPER DESCOLAAADA (sotaque paulista) que trabalha lá estava na porta pedindo pras pessoas voltarem durante a semana (fui num domingo).

Nos cinco minutos que eu andei pela loja, vi muitos acessórios baratos, mas tudo no esquema maxi-fluo-franja-pedra. Ou seja, zroinc. Achei que ia morrer com as roupas, mas não morri. Achei tudo fuén, de material mediano. As coisas mais bonitas estavam na faixa de preço da Renner (R$89,90, por aí), então não achei assim tão baratinho.

Mas falando nela… ah, Renner. Vamo voltar? A gente se separou quando comecei a não poder comprar nem blusinha de malha lá. Os preços foram subindo e a gente se afastando. Mas a Renner do Barra Shopping, cara… é igual quando você encontra o ex-peguete que agora tá forte e bonito. Dá raiva, mas você fica balançada ❤ Rodei, rodei e rodei. Experimentei umas saias lindas de R$39,90, estilo skater, com cinturinha alta, mas lógico que o esquema de tamanhos era 36 ou 48. No fim das contas, acabei me apaixonando por uma espadrilha de brilho:

imagem: notsoit

 

Na etiqueta, R$39,90. No caixa, R$29,90. Como não amar?

“Mas Lorena, espadrilha é sapato de verão, né…”. Verdade, mas pé de pobre não tem estação. Acabei usando ela hoje de um jeitinho que eu achei que não fugiu tanto do esquema outono/inverno. O fato de ela ser preta também colabora bastante!

É de celular, mas é de coração

É de celular, mas é de coração

imagem: notsoit

 

Calça: C&A
Camisa de cavalinhos: C&A
Camisa de cima: Carrefour
Espadrilha: Renner
Bolsa de franjas: Ebay
Anel: Saryta Semijoias

Queria ter combinado tudo com uma bolsa mais estruturada, mas no caso, tá em falta. Aí acabei aceitando a de franjas mesmo, e ainda achei que fez sentido junto com a espadrilhazinha.

No fim das contas, curti bastante minhas pechinchas!

Beijos e até a próxima!

Lorena

 

To-buy list de inverno

Não importa a estação: a gente quer comprar absolutamente tudo. Inventamos desculpas pra comprar qualquer coisa. “Cara, mas eu PRECISO de uma jaqueta de couro ecológico laranja com rebites dourados. PRECISO”. É lógico que você não precisa, né? Mas cada um com seu vício, pelo menos não tô roubando nem matando.

Mas sempre temos o que as bloggers amam chamar de WISHLIST. Eu não tô wishing nada, até porque, né? Wishei uma noite de flerte outro dia e não consegui nada. Então eu tenho uma to-buy list – a lista das coisas que eu considero essenciais, pretendo comprar e sem as quais vai ser difícil viver mais um dia.

Saca só a minha:

Eu PRECISO de uma jaqueta cropped de couro ecológico de uma cor que não seja preta. Gente, eu sei que eu vou arrepender disso algum dia, porque as periguetes se APOSSARAM da jaqueta cropped, mas elas são tão versáteis 😦 lá no À Moda do Rei, o outro blog para o qual eu escrevo, fiz um post especialmente pra elas com ideias de visuais bacanas. Deem uma olhada!

Pra quem mora em Juiz de Fora, vi umas bem razoáveis em uma loja da rua São João cujo nome não me recordo (é uma loja que vende roupa masculina e feminina, e é bem grande). Foram as mais baratas que achei – R$129,90.

Um cardigan chiquezinho. Desejei-o profundamente para a minha noite com as miguxas, o encontrei, mas achei caro. R$99,00 numa peça que eu vou usar muito, mas que eu não sei se vai durar muito tempo. Ele ainda me espera lá na Opção.

E ela… a bota de cano curto. Objeto de tantos sonhos e desejos. Já falamos dela aqui também, e a C&A continua tendo os dois modelos mais bonitos que eu vi. Os preços são R$139,90 e R$189,90. Aí eu sinto uma dorzinha no coração 😦

Como lidar, gente?

Só consigo pensar em uma música no momento:

TELL ME
HOW AM I SUPPOSED TO LIIIIIIVE WITHOOOUT YOOOOOOU?
NOW THAT I ‘VE BEEN LOVING YOU SO LOOOOOOOOONG…

É isso aí, Michael Bolton. Disse tudo!